Arquivo | Mundo RSS for this section

EUA deixam o Acordo de Paris

Donald Trump

“Então, estamos saindo. O Acordo de Paris é muito injusto ao mais alto nível, para os Estados Unidos”, afirmou o presidente Donald Trump ao anunciar a saída dos EUA do acordo de cooperação sobre mudanças climáticas.

Com essa decisão, Donald Trump cumpre mais uma promessa de campanha sobre o acordo climático global, que é extremamente desvantajoso para os EUA.

Donald Trump mostra que tem palavra, que não se dobra à pressão de grupos esquerdistas e que sempre fará as melhores escolhas para o seu povo e para a economia de seu país.

Foi uma decisão admirável do presidente americano.

O Acordo de Paris foi assinado por vários países em 12 de dezembro de 2015, durante a 21ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP21), e está em vigor desde 4 de novembro de 2016.

 

 

Instabilidade no WhatsApp

 

O aplicativo de mensagens WhatsApp está apresentando instabilidade, desde por volta das 13h desta quarta-feira (17/5).

Usuários usaram as redes sociais para reclamar e alguns informam que o aplicativo parou de funcionar.



Publicidade

Um novo ciberataque global está em curso

Um novo ciberataque global está em curso ao redor do mundo e já atinge milhares de terminais de computadores conectados à rede mundial, nesta quarta-feira (17/05).

O objetivo dos ciberbandidos é roubar moeda virtual.

O vírus utilizado é o Adylkuzz e de acordo com especilaistas, ataque é “muito maior” que o WannaCry.

Esse malware se instala em equipamentos acessíveis através da mesma vulnerabilidade do Windows utilizada pelo WannaCry e cria, de forma invisível, unidades de uma moeda virtual não localizável chamada Monero, semelhante ao Bitcoin. Os dados são roubados e enviados para endereços  criptografados para a utilização do dinheiro virtual.



Publicidade

Ciberataque deve continuar nesta segunda-feira

Brad Smith, presidente e consultor jurídico da Microsoft, alertou que o ciberataque global, ocorrido na sexta-feira (12/5), deve continuar nesta segunda-feira (15/5).

Segundo Smith, “os governos devem avaliar esse ataque como um sinal de alarme” e disse que o que está ocorrendo deve servir de lição, “para evitar ataques semelhantes no futuro”.

“Nós precisamos de uma ação coletiva para aprendermos as lições do ciberataque da última semana. E nós precisamos de isso agora.” – Brad Smith no Twitter.

Segundo o presidente da Microsoft, todos os países devem “formular uma nova abordagem e aplicar no ciberespaço regras tão rígidas, quanto as que se aplicam às armas no mundo real”.

Ele também ressaltou que os governos devem “compreender os danos, sofridos pela população”.

O diretor do Serviço Europeu de Polícia (Europol), Rob Wainwright, também fez o alerta de que a série de ciberataques devem continuar acontecendo nesta segunda-feira.

Os ciberataques já afetaram mais de 200 mil usuários em 150 países e foram realizados com vírus, desenvolvidos por hackers que roubaram e modificaram um programa da Agência de Segurança Nacional dos EUA.

Após a infecção, várias grandes empresas, hospitais, agências governamentais e órgãos públicos estão com as suas operações parcial ou completamente paralisadas.



Publicidade

Rússia em alerta

Míssil balístico russo Topol-M

A Rússia colocou seu sistema de defesa aérea em alerta máximo, de acordo com as declarações do presidente do Comitê da Defesa e Segurança do Conselho da Federação russo, Viktor Ozerov.

O alerta foi acionado depois do novo lançamento de um míssil balístico realizado pela Coreia do Norte, neste domingo (14/5) que chegou bem perto das fronteiras russas

“Somos conscientes de que o míssil não impactou a Rússia nem era dirigido contra ela, mas mantemos em alerta os nossos sistemas de defesa antiaérea no Extremo Oriente russo, para garantir a segurança em caso de possíveis incidentes”, declarou Ozerov.



Publicidade

Urgente: Ataque cibernético global se espalha em 74 países

Um ataque cibernético global se espalha neste momento por pelo menos 74 países, incluindo o Brasil, nesta sexta-feira (12/5), segundo a empresa de segurança russa Kaspersky Lab.

No Brasil, ataques levaram empresas e órgãos públicos a tirarem sites do ar como medida preventiva.

Nesse tipo de ataque os criminosos virtuais usam vírus de resgate, “ransomware”, para inutilizar o sistema ou dados, depois pedem dinheiro para devolver

De acordo com a Kaspersky, o vírus se espalha por meio de uma porta aberta do Windows.

O jornal The New York Times publicou que ação pode ter usado uma ferramenta roubada da NSA, a agência de segurança nacional dos EUA.

Forte explosão perto da embaixada dos EUA no Afeganistão

Uma grande explosão atingiu o centro da capital afegã, Cabul, nesta quarta-feira (3/4) em local próximo à embaixada dos EUA.

De acordo com fontes de segurança locais, carros de um comboio de tropas internacionais OTAN eram o alvo do ataque.

A explosão deixou pelo menos 4 mortos e 22 feridos.

 

 

China pede que seus cidadãos deixem a Coreia do Norte

Coreia do Norte

 

A China pediu que seus cidadãos deixem a Coreia do Norte, temendo um possível ataque dos Estados Unidos.

Rússia e China protestaram na ONU contra exercícios dos EUA perto da Coreia do Norte e fizeram proposta de entendimento entre as nações rivais sem nenhum sucesso.

O clima está cada vez mais tenso na região.

“A embaixada nunca tinha dado um aviso como esse. Eu fiquei preocupado e deixei o país às pressas”, afirmou um cidadão chinês que decidiu voltar para a China, após receber os alertas das autoridades.

Nesta terça-feira (2/5), um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China manifestou profunda indignação com a recente instalação do sistema de mísseis americano THAAD na Coreia do Sul, pedindo a Washington e Seul a suspensão desse projeto, considerado uma ameaça à segurança regional.

No entanto, o THAAD já está instalado e pronto para uso.

O desespero de Nicolás Maduro

Maduro e Lula

No auge do desespero, depois de ter deixado a Venezuela em frangalhos, o ditador Nicolás Maduro, apoiado por Lula e Dilma, convoca uma Assembleia Nacional Constituinte.

O Poder Constituinte pertence somente ao povo, logo, o ditador Maduro não tem legitimidade para convocar uma Constituinte. Somente o povo é o titular do Poder Constituinte.

Esse ato insano nos faz lembrar da Solução Michel, cujo um dos objetivos do grupo criminoso que está no poder, também é convocar em 2018, ainda que não tenham legitimidade para tal, uma Assembleia Nacional Constituinte, conforme revelado pelo Ministério Público Federal e publicado em Verbi Gratia em 25/02/2017, leia “Jucá quer uma Constituinte em 2018.

No trecho abaixo, parte integrante da colaboração premiada de Sérgio Machado, é possível verificar que o grupo criminoso intenta instalar uma Constituinte em 2018, último ano do governo do presidente Michel Temer.

Tanto na Venezuela, como no Brasil, o objetivo dos governantes criminosos é fundar novo Estado que lhes garanta a impunidade e a perpetuação no poder.

Leia mais e saiba quais são os planos da organização criminosa no poder:

MPF REVELA A SOLUÇÃO MICHEL, PLANO DIABÓLICO DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA NO PODER

OBJETIVOS DA SOLUÇÃO MICHEL

SOLUÇÃO MICHEL, UM GOLPE NA DEMOCRACIA

“Acordão”

O Departamento de Estado dos EUA publicou alerta aos cidadãos dos EUA para a ameaça contínua de ataques terroristas em toda a Europa

O Departamento de Estado dos EUA publicou um alerta aos cidadãos dos EUA para a ameaça contínua de ataques terroristas em toda a Europa.

O alerta divulgado hoje (1/5) vai pelo menos até 1 de setembro de 2017.

De acordo com a nota do Departamento, recentes e amplamente relatados incidentes na França, Rússia, Suécia e Reino Unido demonstram que o Estado Islâmico do Iraque e ash-Sham (ISIS ou Da’esh), a Al-Qaeda e suas afiliadas têm a capacidade de planejar e executar ataques terroristas na Europa.

Enquanto os governos locais continuam as operações de contraterrorismo, o Departamento continua preocupado com o potencial de futuros ataques terroristas.

Os cidadãos americanos devem estar sempre alertas para a possibilidade de que simpatizantes terroristas ou extremistas auto-radicalizados possam conduzir ataques com pouco ou nenhum aviso, diz a nota do Departamento de Estado.

Ainda de acordo com o órgão  do governo norte-americano, extremistas continuam a se concentrar em locais turísticos, centros de transporte, mercados, shoppings e instalações do governo local como alvos viáveis. Além disso, hotéis, clubes, restaurantes, locais de culto, parques, eventos de alto perfil, instituições educacionais, aeroportos e outros alvos móveis permanecem como locais prioritários para possíveis ataques. Os cidadãos norte-americanos devem exercer vigilância adicional nestes locais e em locais semelhantes, em particular durante a próxima temporada de verão, quando grandes multidões podem ser comuns.

Os terroristas persistem em empregar uma variedade de táticas, incluindo armas de fogo, explosivos, usando veículos como dispositivos para atropelar pessoas e armas de ponta afiada que são difíceis de detectar antes de um ataque, alertou o Departamento.

Tensão entre EUA e Coreia do Norte se agrava

A Rússia apoiou a proposta da China neste sábado (29/4) no Conselho de Segurança da ONU sobre o fim dos testes de mísseis de Pyongyang em troca do fim dos exercícios dos EUA e Coreia do Sul perto da Coreia do Norte.

Contudo, EUA e Coreia do Norte não parecem dispostos a fazer concessões e a crise se agravou.

Os membros do Conselho de Segurança por unanimidade vão pedir que a Coreia do Norte abandone os testes nucleares e de mísseis, implementando as resoluções pertinentes do Conselho de Segurança da ONU.

Na última quinta-feira (27/4), a Coreia do Norte realizou mais um teste de míssil balístico, mas o teste foi um fracasso.

As negociações entre seis países, Rússia, Coreia do Norte, EUA, China, Japão e Coreia do Sul, sobre desnuclearização da península Coreana foram iniciadas em 2003. Como resultado dessas negociações, a Coreia do Norte havia interrompido o seu programa nuclear e iniciou a desmontagem do seu reator do Centro da Pesquisa Científica Nuclear de Yongbyon.

Em 2008, no entanto, EUA e Coreia do Norte não conseguiram chegar a um acordo quanto às visitas de controle dos programas nucleares de Pyongyang, ao mesmo tempo, Japão e Coreia do Sul se opuseram a fornecer combustível às usinas norte-coreanas.

A tensão entre Coreia do Norte e EUA se agravou tão fortemente que vários especialistas já começaram a falar sobre a possibilidade de um conflito armado na região.

EUA e Coreia do Norte iniciaram um guerra retórica, trocam acusações e realizam atos de provocação um contra o outro, de um lado, a Coreia do Norte realiza testes de mísseis um após outro, de outro, os EUA realizam na região manobras cada vez mais assustadoras com a Coreia do Sul.

Em meio a crise, EUA estão negociando com a China medidas contra o programa nuclear norte-coreano e isso tem irritado o líder Kim Jon-un.

Papa diz que guerra entre a Coréia do Norte e o Ocidente poderia destruir tudo

O Papa Francisco advertiu que o mundo poderia ser destruído se uma guerra entre a Coréia do Norte e os Estados Unidos for deflagrada.

O líder da Igreja Católica disse que “a humanidade hoje não seria capaz de resistir” a uma possível guerra entre os dois países, pois “tudo” poderia ser destruído.

Falando aos repórteres após sua viagem ao Cairo, o Papa também fez críticas às Nações Unidas por sua falta de liderança na diplomacia mundial. Ele disse que a ONU se tornou “demasiado diluída”.

“Estamos falando sobre o futuro da humanidade. Hoje, uma guerra generalizada destruiria – eu não diria metade da humanidade – mas uma boa parte da humanidade, e da cultura, tudo, tudo. Seria terrível. Eu não acho que a humanidade hoje seria capaz de resistir”, disse o Papa.

Seus comentários vêm depois que a Coréia do Norte realizou outro teste de mísseis balísticos sem sucesso, desafiando avisos da China e dos EUA .

Minutos após a notícia do fracasso do lançamento ter sido anunciado, o presidente Donald Trump twittou: “A Coréia do Norte desrespeitou os desejos da China e seu presidente altamente respeitado quando lançou, embora sem sucesso, um míssil hoje.

Convocando todos os líderes mundiais a buscarem a paz com a Coreia do Norte, o Papa acrescentou: “Convido todos os líderes, como convocarei a líderes de vários lugares, para que busquem uma solução para os problemas através da Caminho da diplomacia “.

O presidente Donald Trump vai visitar a Sicília de 26 a 27 de maio para encontrar os líderes das nações mais ricas do mundo em reunião do G7, no entanto, a Casa Branca ainda não confirmou se Trump vai se encontrar com o Papa em Roma.

Venezuela formaliza saída da OEA

Ditador Nicolás Maduro

O ditador Nicolás Maduro anunciou a saída da Venezuela da Organização dos Estados Americanos (OEA) na sexta-feira (28/4).

Venezuela foi transformada em ditadura por Maduro e está cada vez mais isolada no bloco.

A OEA foi formalmente notificada pela Venezuela e o processo de ruptura levará dois anos.

A saída é uma retaliação à convocação de uma reunião de chanceleres dos países-membros sobre a grave situação política no país.

Coreia do Norte dispara míssel balístico

A Coreia do Norte realizou novo teste e disparou um míssil balístico neste sábado (29/4) a partir do norte de Pyongyang, depois da última tentativa fracassada, em 16 de abril.

Coreia do Norte está ‘no estágio final’ do seu programa nuclear, diz Seul

“A Coreia do Norte disparou um míssil não identificado de um local na vizinhança de Bukchang, na província de Pyeongan do Sul, no início desta manhã”, afirmou o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul em comunicado.

Os EUA declararam que a era da paciência estratégica havia terminado.

Em 17 de abril, o vice-presidente dos EUA Mike Pence disse que o país iria “abandonar a política de paciência estratégica”.

%d bloggers like this: